©2000 - 2020. Todos os direitos são reservados. Criado pela Agência OCTA. 

Com mais de 25 anos de história como Autor de Joias, Vlad Lopes resolveu ceder aos conselhos de amigos e clientes para criar um site onde possa reunir alguns de seus trabalhos e apresentar suas criações aos novos interessados em consumir uma joia exclusiva.

 

O primeiro contato com o universo da joalheria se deu em 1991, no Ateliê Cecilia Pardini, onde iniciou seus estudos e mais tarde se tornou um dos professores da escola.

 

A proximidade com o Ateliê se mantém até os dias atuais, seja participando de cursos específicos, exposições, vernissage ou simplesmente para conversas criativas com os alunos do ateliê e sua primeira mentora.

 

Já no inicio de suas criações havia uma tendência em subverter conceitos, criar variações e inventar suas próprias peças. Por conta disto até hoje mantém a preferência por executar peças originais e exclusivas, evitando a produção em massa ou cópia de joias de outros autores.

Vlad Lopes

Autor de Joia

“Raras foram as vezes em que minhas peças se repetiram ou que copie de outras fontes. Quando isso ocorria era meramente para o exercício de alguma técnica. Ter autores de joias como inspirações é sempre positivo e enriquecedor. Já no ato de copiar se perde a arte da criação e a exclusividade que meus clientes desejam.”

Seu modo de pensar e criar chamou atenção de especialistas que o indicaram para participar do I Concurso Nacional de Joia de Autor da IBGM, onde uma de suas peças esteve entre as 15 semifinalistas, consolidando assim uma assinatura pessoal em suas criações.

 

Depois desse ponto crucial na carreira, Vlad optou por fazer apenas criações exclusivas. Como já era graduado em Tecnologia da Informação pela Universidade Mackenzie e tem MBA na FGV, passou a conciliar a arte da joalheria com o trabalho em tecnologia da informação.

 

Mesmo assim nunca se afastou completamente da sua arte que ao longo do tempo se desenvolveu e evoluiu. Assim sendo, os trabalhos que a principio eram propensos a incluir várias referências, foram dando espaço a um minimalismo mais contemporâneo, que ao contrário de simplificação, significa mais informação com menor número de elementos.

“O meu foco principal continuará sendo a execução de joias exclusivas e elaboradas. Pretendo, talvez, criar algumas linhas temáticas, com peças que conversem entre si ou gravitem em torno de uma ideia central, como já me solicitaram. Nesse caso estas peças até podem ter uma maior tiragem, mas nunca perderão o caráter de diferenciação.”